07 Dicas para organizar bem a campanha da fraternidade 2017 na sua comunidade

01/12/2016 11:45 Postado por Blog CNBB em News

Em breve começam, em todo o Brasil, os preparativos para a Campanha da Fraternidade (CF) 2017, que terá como tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15).

Pensando nisso, preparamos aqui algumas dicas para que você e sua comunidade vivam de forma diferente e façam do jeito “certo” no ano que vem.

Crie um grupo de estudo para refletir sobre o Texto-Base da Campanha da Fraternidade 2017. Ele pode funcionar como um ciclo de leitura e partilha do documento, de modo que vocês possam colher sugestões de atividades para que a CF seja vivida e aplicada na paróquia. Muita gente pensa que “comissão”, “grupo de estudos” ou “grupo de trabalho” não funcionam, mas se houver oração, planejamento e dedicação, as coisas saem do papel e vocês terão ótimos resultados.

Identifique as lideranças! Esses líderes podem já estar estabelecidos em suas funções, por exemplo: o coordenador da equipe de música, dos grupos de jovens, da Pastoral Familiar, os diáconos, o ecônomo etc. Observe também que algumas pessoas em sua comunidade – ainda que não estejam engajadas – podem ser líderes em potencial. Em sua procura, lembre-se de que um líder (em potencial) não nasce pronto, mas costuma ser ouvido pelas pessoas. E isso, sim, acontece naturalmente. Foi assim que Samuel achou Davi.

Seja simples! Santo Agostinho, em Confissões, enaltece a simplicidade de Deus e sua capacidade de ser sempre inteiro, maravilhoso. Sobretudo se essa for a primeira vez que você se propõe a organizar e “fazer dar certo” a CF em sua paróquia, busque soluções simples, aproveitando as estruturas disponíveis.

Organize um calendário de atividades. Planejar e ser fiel aos prazos e atividades propostos é o segredo do sucesso. Envolva os grupos e pastorais dando a eles atribuições, delegando responsabilidades e acompanhando na execução das tarefas.

Faça um check-list! ou, simplesmente, uma lista de atividades. Se você nunca fez um check-list na vida, pode começar se preguntando: Quais as atividades que tenho para o mês que vem? Para cada uma delas, responda – sempre registrando em algum lugar de fácil acesso (pode ser na agenda, no computador) – algumas simples perguntas: Quando? Onde? Haverá comida, água, cadeiras, estrutura de som? Precisará da equipe de música? A quem é necessário pedir autorização? O que deve ser providenciado? Quando deve ser providenciado? Quem ficará responsável por cada atividade? Na internet é possível encontrar muitos modelos. Você pode escolher um e adaptar para a sua experiência.

Comunique os envolvidos. Muitos bons projetos morrem depois de terem demandado muito esforço e dedicação, porque o processo comunicativo falhou. Embora a Campanha da Fraternidade seja proposta anualmente e as pessoas, supostamente, sabem que ela vai acontecer, tome sempre o cuidado de comunicar de forma clara e objetiva (e atrativa) o calendário de atividades. Lembra dos líderes? Uma boa comunicação não se resume à emissão de mensagens. Ouça! Esteja sempre atento ao feedback que eles trazem, pois estão em contato constante com a comunidade. Essa resposta pode fazer com que o planejamento de atividades da CF caminhe em sintonia com as necessidades e motivações da sua paróquia.

Rezem juntos. “Se fores aquilo que Deus quer, colocareis fogo no mundo”, diz Santa Catarina de Sena, doutora da Igreja. E até nas pequenas coisas, como o desejo de fazer acontecer a Campanha da Fraternidade 2017 em sua comunidade, é preciso conhecer os desígnios de Deus. E sabemos que isso só é possível por meio da oração.

Até a próxima!